BÍBLIA COMENTADA NO WHATSAPP!



Se você quer receber versículos no seu WhatsApp,
basta enviar uma mensagem pelo Whats para:



+55 11 97554 4484


É simples, prático e muito fácil estar
em contato com a Palavra de Deus!



Um Serviço adWhats



 Êxodo - Cap.: 19

12345678910
11121314151617181920
21222324252627282930
31323334353637383940
1 - AO terceiro mês da saída dos filhos de Israel da terra do Egito, no mesmo dia chegaram ao deserto de Sinai,
    19:1 veio para ... Sinai. O deserto do Sinai estava na região sudeste da península do Sinai. Monte Sinai, é tradicionalmente identificado como Jebel Musa, uma montanha com uma extensa planície, na sua base que parece caber a evidência bíblica (v. 2, cf. Deut. 9:21 nota). Israel permaneceria no Sinai por onze meses (Nm 10:11).
    1. No terceiro mês , segundo o costume judeu, o primeiro dia do mês" no mesmo dia. "Acrescenta-se, para marcar o tempo de forma mais explícita, isto é, quarenta e cinco dias depois de o Egito" um dia passado no monte (Ex 19:3), um retorno a resposta dos povos (Ex 19:7, 8), três dias de preparação, fazendo a cinqüenta dias todo o tempo da primeira Páscoa para a promulgação da lei. Daí a festa de Pentecostes, ou seja, o qüinquagésimo dia, foi a inauguração da igreja do Antigo Testamento, ea sabedoria divina é evidente na escolha dos mesmos motivos para a instituição da igreja do Novo Testamento (João 1:17; Ac 2:1).
2 - Porque partiram de Refidim e entraram no deserto de Sinai, onde se acamparam. Israel, pois, ali se acampou em frente ao monte.
    2. chegaram ao deserto do Sinai O deserto tem suas províncias, ou divisão, caracterizada por uma variedade de nomes, eo" deserto do Sinai "é que a região selvagem e desolada que ocupa o centro da península, incluindo a faixa elevada para que o monte de Deus pertence. É um deserto de rochas de granito pórfiro peludo e vermelho, e de vales para a maior parte nua de verdura.
    e lá Israel acampou em frente do monte Sinai, chamado de Seneh, ou arbusto de acácia. Ele agora é chamado Jebel Musa. seu caminho para o interior do aglomerado gigantesco foi por Wady Feiran, o que levaria a maior parte dos hosts com seus rebanhos nos vales elevados de Jebel Musa, com a sua abundante, especialmente na grande avenida do deserto "o maior maior, e mais contínuo de todos os vales, o Wady-es-Sheikh, enquanto muitos estariam dispersos entre os vales adjacentes, de modo que, assim, isolada do mundo em uma selvagem e sublime anfiteatro de pedras, eles "acamparam em frente do monte." "Neste" vale um vale longo e chato "cerca de um quarto de uma milha de largura, enrolando para o norte, Israel poderia encontrar um amplo espaço para seu acampamento. De todas as wadys naquela região, ao que parece o mais adequado para uma estadia prolongada. A tendas goodly de Israel poderia espalhar-se sem limite "[Bonar].
    3-6. Moisés subiu a Deus Ex Shekinah" dentro da nuvem (33:20, João 01:18).
    Assim dirás à casa de Jacó, e C. O objeto do qual Moisés subiu foi o de receber e transmitir ao povo a mensagem contida nestes versos, eo teor do que foi um anúncio geral das condições de que Deus estava a tomar os israelitas para uma relação estreita e peculiar para Si mesmo. Na negociação, portanto, entre Deus eo Seu povo, o mais alto posto do dever que qualquer homem mortal nunca foi chamado a ocupar, Moisés, mas ainda era um servo. O único Mediador é [Jesus Cristo 1Tm 2:5; Hebreus 12:24].
3 - E subiu Moisés a Deus, e o SENHOR o chamou do monte, dizendo: Assim falarás à casa de Jacó, e anunciarás aos filhos de Israel:
    19:3-6 as palavras de Deus começar (v. 3) e final (v. 6) com uma instrução de Deus a Moisés. O que está no meio é um resumo da fidelidade da aliança de Deus e as responsabilidades da aliança de Israel.
4 - Vós tendes visto o que fiz aos egípcios, como vos levei sobre asas de águias, e vos trouxe a mim;
    19:4 vos trouxe a mim. libertação de Deus da escravidão não era apenas a libertação, mas a adoção. Tirou-os e levou-os através do deserto para trazê-los para si mesmo, tornando-os dele (Gênesis 17:7 nota).
5 - Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha.
    19:5 a minha voz e guardardes o meu pacto. Termos resumindo a resposta adequada humanos pacto gracioso de Deus (Gn 17:2 nota). A última frase (Gn 17:9, 10; 1 Kin. 11:11; Ps. 78:10, 103:18, 132:12; Ez. 17:14) sempre se refere à fidelidade a uma aliança anteriormente revelado. Desde 6:4 submeteu ao Êxodo como o cumprimento do pacto patriarcal, a revelação no Sinai, também deve ser visto como uma extensão da aliança abraâmica.
    < tesouro b> especial. Como mostra a seguinte cláusula, Deus significa que Israel será seu tesouro pessoal dentro do que é mais geral de propriedade (1 Chr.. 29:3) . Israel é separado pela eleição de Deus, do mundo que pertence a ele.
6 - E vós me sereis um reino sacerdotal e o povo santo. Estas são as palavras que falarás aos filhos de Israel.
    19:6 reino de sacerdotes e uma nação santa. Israel está a ser uma realeza sacerdotal, uma nação santa para além de definir o mundo como um sacerdote foi definido além da sociedade antiga. A ênfase recai sobre a relação de Israel a Deus do que em qualquer ministério sacerdotal para as nações, no entanto, relação de Israel ao Senhor também dá testemunho ao mundo. Versículos 4-6a refletem a aliança com Abraão de Gn 12:1-3. O que esta passagem prescreve para Israel, o novo pacto torna uma realidade para os crentes (1 Pd. 2:9-10, Apocalipse 1:6, 5:10, 20:6).
    6. vós sereis para mim um reino de sacerdotes Como a ordem sacerdotal foi separado da massa comum, para os israelitas, em comparação com outras pessoas, foram para sustentar a mesma relação com perto de Deus, uma comunidade de sovreigns espiritual.
    uma nação santa set para além de preservar o conhecimento e adoração a Deus.
    7 º, 8. Moisés chegou e chamou os anciãos do povo A mensagem foi transmitida para a multidão através dos seus poderosos anciãos, que, sem dúvida, instruiu-os nas condições exigidas. A sua aceitação unânime foi transmitida através do mesmo canal a Moisés, e por ele relatada ao Senhor. Ah! quanto a auto-confiança que seu trair língua! Como poucos sabiam o que eram de espírito!
    15/09. O Senhor disse a Moisés: Eis aqui venho, | em uma nuvem espessa, & c. A mais profunda impressões são feitas sobre a mente por meio dos sentidos, e assim que ele sabia o que estava no homem sinalizou sua descida no inauguração da antiga igreja, por todos os sinais sensíveis de agosto de majestade que foram montados para produzir a convicção de que Ele é o Deus grande e terrível. A multidão inteira deve ter antecipado o evento com sentimentos intensos de solenidade e reverência. Os preparativos extraordinários intimados , as abluções e rígida abstinência eles foram obrigados a observar, as barreiras erguidas durante todo o sopé do monte, e as sanções popa anexa à violação de qualquer das condições, todos tendem a criar uma expectativa séria e solene, que aumentou com a dia designado se aproximava.
7 - E veio Moisés, e chamou os anciãos do povo, e expôs diante deles todas estas palavras, que o SENHOR lhe tinha ordenado.
8 - Então todo o povo respondeu a uma voz, e disse: Tudo o que o SENHOR tem falado, faremos. E relatou Moisés ao SENHOR as palavras do povo.
9 - E disse o SENHOR a Moisés: Eis que eu virei a ti numa nuvem espessa, para que o povo ouça, falando eu contigo, e para que também te creiam eternamente. Porque Moisés tinha anunciado as palavras do seu povo ao SENHOR.
10 - Disse também o SENHOR a Moisés: Vai ao povo, e santifica-os hoje e amanhã, e lavem eles as suas roupas,
11 - E estejam prontos para o terceiro dia; porquanto no terceiro dia o SENHOR descerá diante dos olhos de todo o povo sobre o monte Sinai.
    19:11 estar pronto para o terceiro dia. Arranjos para garantir a pureza ritual (de lavar roupa, v. 10, abstenção de relações sexuais, v. 15; Lev. 15:18, 1 Sam. 21:4) e para salvaguardar a santidade do monte (vv. 12, 13) foram ordenados em preparação para a teofania, uma manifestação especial visual da presença divina.
    descerá sobre o Monte Sinai. A montanha era o Senhor é lugar de encontro com o Seu povo, não da sua residência. O tabernáculo foi logo para ser sua morada terrena.
12 - E marcarás limites ao povo em redor, dizendo: Guardai-vos, não subais ao monte, nem toqueis o seu termo; todo aquele que tocar o monte, certamente morrerá.
13 - Nenhuma mão tocará nele; porque certamente será apedrejado ou asseteado; quer seja animal, quer seja homem, não viverá; soando a buzina longamente, então subirão ao monte.
14 - Então Moisés desceu do monte ao povo, e santificou o povo; e lavaram as suas roupas.
15 - E disse ao povo: Estai prontos ao terceiro dia; e não vos chegueis a mulher.
16 - E aconteceu que, ao terceiro dia, ao amanhecer, houve trovões e relâmpagos sobre o monte, e uma espessa nuvem, e um sonido de buzina mui forte, de maneira que estremeceu todo o povo que estava no arraial.
    19:16 no terceiro dia, pela manhã. Deus vem, como prometido, na manhã do terceiro dia. Nenhuma explicação natural dos vv. 16-19 (por exemplo, uma erupção vulcânica) é suficiente. Esta foi uma manifestação divina por tempestades e incêndios.
    som da trombeta era muito alto. Mais tarde, ocasiões especiais de adoração estava sinalizado pela explosão do chifre (Nm 10:10).
    16. no terceiro dia, pela manhã, houve trovões e relâmpagos, & c. A descida de Deus foi sinalizada por toda a imaginação pode conceber objetos relacionados com as idéias de grandeza e de admiração. Mas tudo foi em consonância com o caráter da lei prestes a ser proclamada. Como o monte ardia em fogo, Deus foi exibido como um fogo que consome para os transgressores de Sua lei. Os raios e trovões, em meio à mais terrível silêncio profundo da região e de reverberante com peals óptimo entre os montanhas, seria despertar a atenção universal, uma espessa nuvem era um emblema do apt da dispensação escuro e sombrio (compare Mt 17:5).
    a voz de uma trombeta Isto deu à cena o personagem de uma operação milagrosa, em que elementos que não sejam de natureza estavam no trabalho, trompete e alguns outros materiais do que foi destruído por outros meios de respiração humana.
17 - E Moisés levou o povo fora do arraial ao encontro de Deus; e puseram-se ao pé do monte.
    17. Moisés levou o povo fora do arraial ao encontro de Deus Wady-er-Raheh, onde eles estavam, tem uma espaçosa planície arenosa, imediatamente à frente do Es Suksafeh, considerado por Rodrigues para ser o monte de que a lei foi dada . "Medimos, e estimativa de toda a planície, duas milhas geográficas de comprimento, e variam na largura de um terço a dois terços de uma milha, ou como equivalente a uma superfície de um quilômetro quadrado. Este espaço é quase o dobro do recesso, a oeste, e pela ampla área e nível de Wady-es-Sheikh, no leste, que emite em ângulos retos para a planície, e está igualmente em vista da frente e ápice da montagem. O exame nos convenceu de que aqui havia espaço suficiente para satisfazer todas as requisições da narrativa das Escrituras, tanto no que se refere à montagem da congregação para receber o direito. Aqui, também, pode-se ver a aptidão da liminar para definir limites ao redor do monte, que nem homem nem besta poderá aproximar-se muito perto, pois ela se ergue como uma parede perpendicular. "Mas Jebel Musa, o Sinai antiga e tradicional, ea maior de pico, tem também um vale espaçoso, Wady Sebaiyeh, capaz de reter as pessoas. Isso não está certo sobre qual dos dois se encontravam.
18 - E todo o monte Sinai fumegava, porque o SENHOR descera sobre ele em fogo; e a sua fumaça subiu como fumaça de uma fornalha, e todo o monte tremia grandemente.
19 - E o sonido da buzina ia crescendo cada vez mais; Moisés falava, e Deus lhe respondia em voz alta.
20 - E, descendo o SENHOR sobre o monte Sinai, sobre o cume do monte, chamou o SENHOR a Moisés ao cume do monte; e Moisés subiu.
21 - E disse o SENHOR a Moisés: Desce, adverte ao povo que não traspasse o termo para ver o SENHOR, para que muitos deles não pereçam.
    21. O Senhor disse a Moisés: Desce, adverte ao povo Mal Moisés passou um pouco acima do monte, que de repente ele foi obrigado a retornar, a fim de manter o povo de romper com o« olhar »de um curso aprovado para aumentar a solenidade impressionante da cena. Os preceitos do renovado a todos, seja qual for sua condição, ao mesmo tempo e em circunstâncias de todo o povo de Israel estava em pé na base do monte, foi calculado o grau mais elevado para solenizar e temor em cada coração.  «Â Prev Capítulo 19 Next » ? versão para impressão Este livro foi acessado mais de 1.764.092 vezes desde 01 de junho de 2005. Registre-se Login Anúncios Store | Copyright | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie conosco | Programa de Assinatura Library. ControlBox (bottom: fundo; 0px: # 660000; cor: branco estofamento;: 4px 4px 4px 4px; border: 1px cinza sólido; visibilidade: oculto; font-size: 10pt;). cbutton (border: 1px solid # 330000; background: # CCCCCC; padding: 2px 2px 2px 2px;) | |
22 - E também os sacerdotes, que se chegam ao SENHOR, se hão de santificar, para que o SENHOR não se lance sobre eles.
23 - Então disse Moisés ao SENHOR: O povo não poderá subir ao monte Sinai, porque tu nos tens advertido, dizendo: Marca termos ao redor do monte, e santifica-o.
24 - E disse-lhe o SENHOR: Vai, desce; depois subirás tu, e Arão contigo; os sacerdotes, porém, e o povo não traspassem o termo para subir ao SENHOR, para que não se lance sobre eles.
    19:24 sacerdotes. Isso pode se referir àqueles que exerceu o cargo de sacerdócio, antes da instituição do sacerdócio levítico.
25 - Então Moisés desceu ao povo, e disse-lhe isto.




Untitled Document

Velho Testamento


Gênesis I Samuel Ester Lamentações Miquéias
Êxodo II Samuel Ezequiel Naum
Levítico I Reis Salmos Daniel Habacuque
Números II Reis Provérbios Oséias Sofonias
Deuteronômio I Crônicas Eclesiastes Joel Ageu
Josué II Crônicas Cânticos Amós Zacarias
Juízes Esdras Isaías Obadias Malaquias
Rute Neemias Jeremias Jonas


Novo Testamento


Mateus I Corintios I Tessalonicenses Filemom I João
Marcos II Corintios II Tessalonicenses Hebreus II João
Lucas Gálatas I Timóteo Tiago III João
João Efésios II Timóteo I Pedro Judas
Atos Filipenses Tito II Pedro Apocalipse
Romanos Colossenses